segunda-feira, 6 de novembro de 2017

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Libertadores mais fácil da história? Sei...


85 mil sócios ... e sem cachorros


O Grêmio atingiu mais uma importante marca neste último mês. Desde a última quarta-feira, 25, dia em que ocorreu o primeiro jogo da semifinal da Libertadores da América, contra o Barcelona de Guayaquil, foram registrados no Quadro Social do Clube mais duas mil novas associações, o que deixa o Tricolor com 85 mil sócios cadastrados.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

No Tinder / Na vida real

No Tinder 

Na Vida Real


Acabou a corneta...


Campeão Mundial FIFA



O Grêmio é oficialmente um campeão do mundo. Na manhã desta segunda-feira, a Fifa atendeu um pedido da Conmebol e reconheceu a equivalência da Copa Intercontinental, disputada entre 1960 e 2004, como um Mundial de Clubes. Assim, o título gremista de 1983, conquistado na final contra o Hamburgo-ALE, terá valor de Mundial.

Além do Grêmio, outros três brasileiros tiveram os títulos reconhecidos pela Fifa: Santos (1962 e 1963), Flamengo (1981) e São Paulo (1992 e 1993).

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Fifa se reunirá para decidir se Santos, Fla e Grêmio são campeões do mundo

Resultado de imagem para fifa x intercontinental

O tema é polêmico e terá mais um capítulo na próxima semana. O Conselho da Fifa (antigo Comitê Executivo) colocou em pauta e vai discutir na sexta-feira da próxima semana, dia 27 de outubro, reconhecer como campeões mundiais os clubes vencedores da Copa Intercontinental, o confronto entre europeus e sul-americanos que durou de 1960 até 2004.

O blog apurou que a solicitação para incluir a discussão partiu da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), e que há a possibilidade de finalmente a Fifa afirmar com todas as letras que os vencedores daqueles confrontos podem ser chamados de campeões mundiais.

Isso afeta diretamente quatro brasileiros que ganharam o torneio: o Santos, bicampeão em 1962 e 1963, o Flamengo, vencedor em 1981, o Grêmio, que conquistou em 1983, e o São Paulo, que levantou o troféu duas vezes, em 1992 e 1993 (e que já ganhou um Mundial organizado pela Fifa, em 2005).  Na discussão que terá o Conselho da Fifa na próxima semana, a princípio a Copa Rio de 1951, ganha pelo Palmeiras, e a de 1952, vencida pelo Fluminense, não estarão na pauta.

A articulação para que a Copa Intercontinental seja chancelada como Mundial faz parte do projeto de que o confronto entre o campeão da Liga dos Campeões o melhor time da Libertadores volte a ocorrer. A Conmebol e a Uefa (União Europeia de Futebol) já procuram investidores, com o aval da Fifa, que deve transformar o seu Mundial em um torneio quadrienal – será na data que ficará vaga com a extinção da Copa das Confederações nos anos que antecedem à Copa do Mundo. Provavelmente tudo isso aconteça a partir de 2021.

A relação da Fifa com torneios internacionais que ocorreram antes de a entidade criar o seu Mundial de Clubes, em 2000, é cheia de idas e vindas. Em janeiro deste ano, após ser questionada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a Fifa afirmou que considera campeões mundiais somente os clubes vencedores de seus torneios, que ocorreram em 2000 e depois ininterruptamente a partir de 2005 – os brasileiros Corinthians, duas vezes, São Paulo e Inter ganharam essa competição. Dez anos atrás, o Palmeiras conseguiu documento da Fifa, assinado pelo então secretário-geral da entidade, o suíço Urs Linsi, considerando a conquista da Copa Rio em 1951, torneio internacional disputado no Brasil que teve presença de clubes importantes como a Juventus da Itália, como um título mundial de clubes. No decorrer dos anos, porém, a Fifa reiterou que classificava a conquista palmeirense como o primeiro título global, e que os campeões mundiais eram aqueles times vencedores dos torneios organizados por ela, a partir de 2000.

O Conselho da Fifa é formado por 37 membros, incluindo o presidente Gianni Infantino. São cinco representantes da América do Sul, entre eles o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, e o brasileiro Fernando Sarney, vice-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) — a reunião ocorrerá na Índia, país que recebe neste momento o Mundial Sub-17.

A Copa Intercontinental foi criada em 1960 como uma maneira de incentivar o intercâmbio entre as escolas europeia e sul-americana, as mais poderosas do planeta. Até 1979 (com exceção de 1975, quando não foi disputada devido a entrave de calendário), o confronto era disputado em jogos na casa de cada um dos times envolvidos, ou seja, na Europa e na América do Sul.

A partir de 1980, com patrocínio da montadora japonesa Toyota, a disputa passou a ser em partida única, sempre no Japão. A nova Copa Intercontinental, se sair do papel, também deverá ser em jogo único, e a tendência é que a sede seja alterada a cada ano – vai depender muitos da nacionalidade das empresas que topem bancar o projeto.



quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Revista coloca Grêmio como segundo clube mais valioso das Américas

Segundo a revista Forbes do México, o Grêmio é o segundo clube mais valioso das Américas. No ranking elaborado pela publicação, o líder é o Corinthians, avaliado em R$ 1,8 bilhão. Com preço estimado em R$ 933,7 milhões, o time gaúcho está em segundo lugar na lista.

Os sete desafios do Grêmio até o jogo contra o Barcelona-EQU pela LibertadoresOs sete desafios do Grêmio até o jogo contra o Barcelona-EQU pela Libertadores

A revista mexicana cita três critérios para formulação do ranking: valor de plantel (somente os jogadores que tem direitos econômicos ligados ao clube, sem contar empréstimos), valor estimado de marca e custo de estádio. O levantamento foi realizado nas 15 principais ligas das Américas, tomando em conta somente a primeira divisão dos campeonatos, o que significaria um universo de 150 clubes.
No top 10, Corinthians e Grêmio são os únicos brasileiros mencionados. Em terceiro lugar está o Chivas Guadalajara e em quarto está o Monterrey, ambos do México. As três posições seguintes são ocupadas por americanos: Red Bull, de Nova York, Orlando City e Los Angeles Galaxy. O único argentino é o River Plate, que está em oitavo. O novo é o Santos Laguna, do México, e o décimo é o Atlanta, dos Estados Unidos.

Entre os outros brasileiros, o São Paulo aparece na 13ª posição, o Flamengo é o 17º, o Atlético-MG é o 19º e o Cruzeiro é o 20º. Curiosamente, a revista ignora o Palmeiras, um dos clubes mais ricos do país. Veja abaixo os 20 clubes mais valiosos do continente na avaliação da Forbes México:

1º) Corinthians - R$ 1,8 bilhão
2º) Grêmio - R$ 933,7 milhões
3º) Chivas Guadalajara (México) - R$ 884,1 milhões
4º) Monterrey (México) - R$  850,3 milhões
5º) Red Bull NY (EUA) -  R$ 753,6 milhões
6º) Orlando City (EUA) -  R$ 592,5 milhões
7º) Los Angeles Galaxy (EUA) -  R$ 546,3 milhões
8º) River Plate (Argentina) - R$ 546,3 milhões
9º) Santos Laguna (México) - R$ 474,9 milhões
10º) Atlanta (EUA) - R$ 474 milhões
11º) América (México) - R$ 473,3 milhões
12º) Boca Juniors (Argentina) - R$ 464,8 milhões
13º) São Paulo - R$ 463,2 milhões
14º) Tijuana (México) - R$ 428,1 milhões
15º) Independiente (Argentina) - R$ 425,9 milhões
16º) Toluca (México) - R$ 421,5 milhões
17º) Flamengo - R$ 401,3 milhões
18º) Pumas (México) - R$ 370,6 milhões
19º) Atlético-MG - R$ 368,7 milhões
20º) Cruzeiro - R$ 359,1 milhões

Eterno Copião de tudo


Grêmio é o clube com maior número de sócios do Brasil.


quarta-feira, 20 de setembro de 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Toma, Marcelos Hermes Trouxão!


Benfica deixa brasileiro no time B e pretende negociá-lo em janeiro

Três jogadores não tem sido aproveitados pelo técnico Rui Vitória e esperam uma nova oportunidade na próxima janela de transferências

Nesta segunda-feira (11 de setembro), o Benfica realizou um treino aberto, segundo o jornal português A Bola. A imprensa europeia repercute que após observações, três jogadores estariam integrando o grupo B da equipe.

Ola John, Macelo Hermes e Pedro Pereira não encontraram espaço no time do técnico Rui Vitória. Os jogadores terão que esperar até janeiro para uma possível transferência na próxima janela do mercado.

O lateral brasileiro Marcelo Hermes chegou ao clube ano passado após se transferir do Grêmio para Portugal. Junto do atacante Ola John e do lateral direito Pedro Pereira, o ex-gremista integra a equipe comandada por Hélder Cristóvão.

“Então você tá torcendo pro inter subir, Edilson?”


Veja aqui as obras polêmicas expostas no Santander Cultural. A confusão se justifica.


via @gremiocatimba

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Beira Rio pode ser leiloado em caso de não pagamento de dividas pelo internacional


Os gastos elevados dos últimos anos podem fazer o time da capital gaúcha perder o seu próprio estádio e até mesmo, caso não pague o imposto devido ao governo Federal no caso o Profut ter seu maior bem penhorado e leiloado além de sofrer sanções nas áreas desportivas.

O estádio Beira Rio pode estar em vias de ser penhorado devido aos problemas financeiros colorados. O Internacional teve que ceder parte do terreno do Beira-Rio em 2014  como garantia nas operações de empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social) para sua reforma para a Copa do Mundo do Brasil.

É o que está claro nos contratos assinados pela SPE (Sociedade de Propósito Específico) Beira Rio com os bancos Banrisul, Banco do Brasil e com a instituição financeira de desenvolvimento.

Nos três acordos firmados entre bancos e a SPE Beira-Rio está escrito que uma das garantias é ”transferir para o BNDES, em caráter irrevogável e irretratável, o Direito Real de Superfície que será constituído sobre o imóvel que foi usado como garantia.

Ou seja, em caso de inadimplência o estádio Beira Rio e o seu Complexo podem ser leiloados. Como informado em reportagem anterior o time vermelho de Porto Alegre rejeitou as contas do ex Presidente Vitório Pfero e foram descobertas muitas irregularidades financeiras que podem inclusive comprometer a saúde e o aporte contábil do time que reside próximo ao Guaíba.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

CBF Confirma campeões desde 1959 e Inter jogou 10 vezes a serie B Nacional


Uma informação nova na história do meio futebolístico pode mudar algumas partes da historia do futebol brasileiro. O certo é  que com esses novos elementos, o futebol brasileiro se fortalece e o Internacional jogou 10 vezes a segunda divisão do futebol brasileiro entre 1959 e 1968.

A CBF reconheceu os campeões nacionais desde 1959 , taça Brasil e Taça Roberto Gomes Pedroza, juntamente com a taça serie prata de 1969 e 1970, sendo assim a equipe vermelha jogou por 10 anos consecutivos a segunda divisão nacional. Com essa resolução de 2010 a CBF confirma o Bahia como primeiro campeão Brasileiro de futebol em 1959.



Fontes:
http://saojoseemfoco.com.br/matheus-moraescbf-confirma-campeoes-desde-1959-e-inter-jogou-10-vezes-serie-b-nacional/




Cada vez mais ídolo



Por que o ex-presidente Vitorio Piffero permanece em silêncio. Ex-dirigente ainda não se manifestou sobre polêmica nas contas.

Estudo da auditoria Ernst & Young constatou que cinco empresas receberam do Inter um valor superior a R$ 9 milhões por trabalho em obras no complexo Beira-Rio. Todas as firmas têm o mesmo endereço e número de telefone idênticos. 

Essa não é a primeira vez que as contas da mais recente e polêmica gestão Piffero apresentam problemas.  As obras destacadas teriam sido realizadas durante os últimos dois anos de Vitorio Piffero (2015 e 2016).  Piffero ainda não falou publicamente sobre o delicado tema. Não recebeu o relatório de quase 300 páginas da auditoria. Não conhece detalhes do caso. 

Ele falará em breve, depois de ler os documentos, que os conselheiros do clube ainda não receberam, informam pessoas próximas.

O ex-presidente ficou incomodado com o vazamento da informação, liberada por alguém ligado à atual gestão do clube, que assumiu em janeiro passado. Ele não foi questionado sobre a origem dos R$ 9 milhões (ou que cifra for), por dirigentes do clube ou pelos auditores. 

Ele entende que a liberação dos números à imprensa, que ele não sabe se são verdadeiros ou não, é pura retaliação política. 

A briga interna entre os integrantes do poderoso Movimento Inter Grande (MIG), que controla o clube desde o começo da década passada, ainda não acabou. O grupo está divido em três alas, no mínimo. 

Piffero não visita regularmente o Beira-Rio. Fica longe dos jogos no estádio, porém incentiva os dois filhos a saírem de casa e ocuparem suas cadeiras. Não deixa de assistir às partidas ao lado de amigos mais chegados. Organiza encontros e churrascos. Está otimista com o momento do time. Sabe que jamais voltará a dirigir o clube, mas não aceita ser culpado por todos os problemas. 

Vai se defender.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Unico campeão Gaúcho CBF


Inter faz ser julgado por causa da confusão no Beira-Rio, em julho


O Internacional vai voltar ao banco dos réus. A Promotoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recorreu da punição de R$ 10 mil aplicada ao clube no julgamento do dia 28 de julho e quer aumentar a pena. O novo recurso ainda tem data marcada.

O clube gaúcho foi denunciado por não prevenir desordens no empate em 1 a 1 contra o Criciúma, dia 8 de julho, no estádio Beira-Rio. Após a partida, torcedores causaram um tumulto no pátio e entraram em confronto com a Brigada Militar.

Depois da confusão, as torcidas organizadas do Internacional, Guarda Popular e Camisa 12 foram suspensas por 90 dias pelo Ministério Público.

Confira a nota do STJD
“Denunciado por não prevenir e reprimir desordens na partida contra o Criciúma, o Internacional foi multado em R$ 10 mil no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol. Em julgamento realizado no dia 28 de julho, o clube foi muito elogiado pelo trabalho preventivo realizado nos jogos no Beira Rio, mas acabou punido pela conduta de um steward que deveria reprimir, mas arremessou um batente de madeira em torcedores. Descontente com a decisão, a Procuradoria entrou com recurso em busca de majoração da pena aplicada ao Inter.”

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Dois rankings que o Interzinho está na frente

Com 215 processos trabalhistas, Inter é terceiro maior réu do futebol brasileiro

O Internacional é réu em 215 processos na Justiça do Trabalho e tem dívida trabalhista estimada em R$ 97 milhões. Os dados são do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, e o valor do débito foi calculado de acordo com o último balanço financeiro do clube, relacionado a 2016. Os números são parte de um levantamento do GloboEsporte.com, com todos os clubes da Série A, mais o Colorado (clique aqui e confira todos os dados). O time gaúcho é o terceiro na lista das equipes com maior número de processos e nono no ranking da dívida. Para Gabriel Lopes Moreira, diretor jurídico do Inter, a quantidade de ações é alta, mas está sob controle.

– Esse número se refere a processos em todas instâncias e com ações novas. Mas eu diria que não chega a 200. A gente tem revisão para fazer. O histórico não foge muito disso. Desse número total, aproximadamente 30% são ações relativas a profissionais do futebol, o restante é de funcionários e administrativo. Por ser clube com estrutura administrativa grande, em diferentes sedes, locais, também no interior, tem uma rotativa maior e gera esse número. A situação é tecnicamente controlada, mas financeiramente arriscada. O número vinculada aos profissionais é menor, mas o financeiro é muito maior do que o restante. É nesses casos que a gente precisa ter atenção maior – analisa Moreira.

O débito trabalhista é composto por dois itens. A menor parte se refere a ações na Justiça do Trabalho resultantes de sentenças já julgadas e que envolvem qualquer tipo de processo na área, como falta de pagamento de salários e de direitos de imagem. A maior parte da dívida trabalhista é corresponde a impostos não recolhidos (INSS, IRRF e FGTS), que são encargos trabalhistas de responsabilidade das empresas, mas que na contabilidade dos clubes é registrada como dívida fiscal.
Segundo o balanço financeiro do Internacional, 88% do valor total da dívida trabalhista da equipe se refere a esse quesito. Entretanto, o débito está refinanciado em leis como o Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut), em vigor desde agosto de 2015.


Tem gente metendo a mão no dinheiro dos colorados...


quinta-feira, 17 de agosto de 2017

"Balão da B" rouba a cena em Grêmio x Cruzeiro e repercute nas redes sociais

Flauta apareceu diversas vezes na transmissão do jogo na televisão


Em meio à tensa semifinal entre Grêmio x Cruzeiro, uma provocação da torcida gremista ao Inter roubou a cena em vários momentos da partida. Um balão com a letra "B", em alusão ao rebaixamento colorado, apareceu na câmera principal da transmissão da partida pela televisão.

A flauta repercutiu nas redes sociais.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...