quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Inter faz ser julgado por causa da confusão no Beira-Rio, em julho


O Internacional vai voltar ao banco dos réus. A Promotoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recorreu da punição de R$ 10 mil aplicada ao clube no julgamento do dia 28 de julho e quer aumentar a pena. O novo recurso ainda tem data marcada.

O clube gaúcho foi denunciado por não prevenir desordens no empate em 1 a 1 contra o Criciúma, dia 8 de julho, no estádio Beira-Rio. Após a partida, torcedores causaram um tumulto no pátio e entraram em confronto com a Brigada Militar.

Depois da confusão, as torcidas organizadas do Internacional, Guarda Popular e Camisa 12 foram suspensas por 90 dias pelo Ministério Público.

Confira a nota do STJD
“Denunciado por não prevenir e reprimir desordens na partida contra o Criciúma, o Internacional foi multado em R$ 10 mil no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol. Em julgamento realizado no dia 28 de julho, o clube foi muito elogiado pelo trabalho preventivo realizado nos jogos no Beira Rio, mas acabou punido pela conduta de um steward que deveria reprimir, mas arremessou um batente de madeira em torcedores. Descontente com a decisão, a Procuradoria entrou com recurso em busca de majoração da pena aplicada ao Inter.”

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...